Volte ao SPIN

SPIN01 SPIN02 SPIN03 SPIN04 SPIN05 SPIN06 SPIN07
SPIN08 SPIN09 SPIN10 SPIN11 SPIN12 SPIN13 SPIN14
SPIN15 SPIN16 SPIN17 SPIN18 SPIN19 SPIN20 SPIN21
SPIN22 SPIN23 SPIN24 SPIN25 SPIN26 SPIN27 SPIN28
SPIN29 SPIN30 SPIN31 SPIN32 SPIN33 SPIN34 SPIN35
SPIN36 SPIN37 SPIN38 SPIN39 SPIN40 SPIN41 SPIN42
SPIN43 SPIN44 SPIN45 SPIN46 SPIN47 SPIN48 SPIN49
SPIN50 SPIN51 SPIN52 SPIN53 SPIN54 SPIN55 SPIN56
SPIN57 SPIN58 SPIN59 SPIN60 SPIN61 SPIN62 SPIN63

SPIN64 SPIN65 SPIN66 SPIN67 SPIN68 SPIN69 SPIN70
SPIN71 SPIN72 SPIN73 SPIN74

sexta-feira, 29 de março de 2013

Spinleaks




A carta abaixo, encaminhada à seção opinião do (e)leitor, enviei por estar indignado contra o Poder Judiciário. Para Idéia, não existe o Poder Judiciário. Em seu lugar, existe o Poder Curador, de curar. Baseado no princípio da cura. No direito de não votarmos no escuro. De sabermos quem é o candidato. Aquele que houver praticado algum dano contra os sócios da sociedade, que são os animais, os seres humanos e as pessoas jurídicas, não podem se candidatar aos cargos responsváveis pela condução da polis, cidade-Estado.
         Mudando de assunto, preciso construir a obra que, há dias, existe na minha cabeça, a  Rede de Pescar Guardada na Cruz que, no sonho,deveria ter sido entregue ao cantor Ney Matogrosso. Entreguei a obra a ele, se não me engano, no canto 69, não de verdade, mas de forma idealizada.  Entreguei  para ele para afastar-me um pouco da obra e, afastado, poder analisá-la, olhá-la, sê-la. Após afastar-se um pouco , alimentou-se com resina de angico. Por ter peso, devo pegar a obra de volta, e fazê-la de verdade, até mesmo para que o cantor deve estar sentindo o peso da obra. Quero que ele sinta-se leve.
              Se continuo com objeção aos artistas plásticos? Sim.Por isso insisto na criação do Poder Curador, o último bastião da liberdade. Ocorre que até isso estão querendo tirar mediante uma lei que obriga o médico, dependendo da confissão, a delatar seu paciente. Caso esta lei já existisse, na época da didatura os perseguidos pelo regime não poderiam ter desabafado nem mesmo para seu psiquiatra. Isto não pode ocorrer. Esta mensagem está sendo enviada para muita gente, às quais solicito que se
oponham a tal lei. Caso seja provada, tratar-se da maior infringência contra as leis da integralidade, perfeição, que são as leis originadas do Integral Perfeito, o spin deus, o criador de todas as coisas:
Estou inserido numa nova obra. Cheguei ao fragmento 64/70. Nômade, já não quero mais estar aqui. Não tenho certeza se enviarei chegarei ao fragmento 70/70. A obra em que estou inserido é um mensãrio artístico. Não tenho obrigação nenhuma. O mensário pode ficar em branco. Estamos em urano, o último mês do ano, que começou em 26/10 e terminará em 6/1/2005. Tüdo que for feito de 26/10 a 6/1/205 será considerado como parte de tal mensário.  O que deve ser considerado como parte de tal mensário de urano? Talvez nada.Talvezs tudo. Talvez eu faça uma seleção, tendo como critério o belo, a estética, a poesia. Talvez nada disso.  Estou feliz assim. O tempo já existe. Cada mensário já está pronto. O mundo está concluído. O novo mundo começou neste mês de urano.  No momento estou torcendo pela reeleição do prefeito Pedro Wilson. As pesquisas colocam-no com 37% de preferência e o Iris com quase 60%. Mesmo que Pedro perca a eleição, não desitirei. A minha desitência, o meu silêncio é a vitória de todos os demônios. Esta é, mais ou menos, a afirmativa de um escritor cujo nome, no momento , não me recordo. Não há um padrão para cada mensário. Será tudo tão livre, tão imprevisível, tão nômade.
      E se o Pedro perder? Tudo bem, não me importo em torcer pelo mais fraco. O que gostaria mesmo é que não existe eleição para chefe do Poder Executivo. É que na cidade-Estado do Integral Perfeito o eleitor vota apenas em 3 nomes, para formar os parlamentos municipal, estadual e nacional que, por sua vez escolhe, dentre eles, um para fazer as veze de Poder Executivo. Eu disse, vejam só, fazer as vezes. E fazer as vezes significa que por qualquer deslize é substituído por outro, basta cada parlamento assim decidir, após constatação de desvios no que diz respeito ao respeito às leis da intregalidalde, ou seja, as leis oriundas o Integral Perfeito, o spin deus. A seguir, carta enviada ao jornal Diário da Manhã.
                   A chave do cofre
             Quem não se lembra o quanto era difícil andar pelo centro de Goiânia?  As avenidas Anhanguera e Goiás eram intransitáveis tamanha a quantidade de vendedores ambulantes. Pedro Wilson resolveu o problema através da criação do Mercado Aberto. Quem não se lembra de grupos de menores de rua atacando os transeuntes nos semáforos, pontos de ônibus, ruas e praças? Tais problemas, que  pareciam insolúveis, foram solucionados por Pedro Wilson. Por isso sou Pedro.
              Hoje podemos andar tranquilamente sem termos nossos caminhos fechados por vans disputando passageiros, camelôs ou grupos de menores de rua.  Temos que ser capazes de discernir as coisas. Não podemos deixar que gente qued diz que rouba mas faz fique com a cafre do cofre de Goiânia. Não merece nosso voto quem diz que rouba mas faz. Roubar e fazer são verbos incompatíveis. Quem rouba, até pode fazer uma obra faraônica para dar a impressão que faz. Só isso. A educação, o transporte, a cultura, a saúde, a garantia de nosso direito de ir e vir, no entanto fica prejudicada.
             Iris é Pedro porque Pedro faz e não rouba. Pedro é homem de obras.  Este sim, pode ficar com a chave do cofrre de Goiânia por  4 anos, 5, 10 anos. Entre um prefeito que administra bem, que não se enriqueceu ilicitamente. Jà o outro partiu  para o vale-tudo para ganhar a eleição. A todo custo, eles querem a chave do cofre.


Grato,

José Carlos Lima

Cada mensário acontece dentro de cada um dos meses a seguir
Marte: 07/01 a 20/03: 73 dias (74 em ano bissexto)
Júpiter: 21/03 a 01/06: 73 dias
Saturno: 02/06 a 13/08: 73 dias
Urano: 14/08 a 25/10: 73 dias
Netuno: 26/10 a 06/01: 73 dias

Responda-me
( )Não quero/posso acompanhar este mensário artístico
( )Quero/posso, mas através deste


Grato,
José Carlos Lima

Idéia acompanha este calendário
Marte: 07/01 a 20/3.73 dias, 74 em ano bissexto. 70 dias úteis
Júpiter: 21/3 a 01/06.73 dias, 70 dias úteis
Saturno: 02/06 a 13/08.73 dias, 70 dias úteis
Urano: 14/08 a 25/10. 73 dias, 70 dias úteis
Netuno: 26/10 a 06/01.73 dias, 70 dias úteis

Responda-me:
( )Não quero acompanhar Idéia
( )Quero, mas através deste novo e-mail:........
( )Fale:..........
Não consegues reponder-me? Clique em responder, na parte superior da sua caixa de e-mail. Assim, o texto ficará aberto à sua particpação

Yahoo! Messenger 6.0 - jogos, emoticons sonoros e muita diversão. Instale agora!

  É SEMPRE MELHOR TER IDO
               Hoje fui a uma seção eleitoral onde vota o Alessandro. Ele é o máximo. Espero por 4 anos, de eleição em eleição para vê-lo. Como ele é bonito! Fizemos sexo há uns 7 anos. Nunca esqueci. Não sei o que fazer. Não deve ser normal aguardar durante 4 anos para ver uma pessoa. Ocorre que ao chegar à seção onde ele vota, no Novo HOrizonte, consultei a lista de votantes, e vi que ele já havia votado e ido embora. Agora só posso vê-lo em 2006, daqui a 2 anos, quando ocorrerrão novas eleições. É tão dífícil. Estou me achando parecido com a personagem Nalva, ex do Leandro, na novela Senhora do Destino. A carta a seguir trata do prazer de ter ido. Hoje não tive prazer em ter ido porque não vi o Alessandro. Tudo bem. Não vou esperar 2 anos. Vou dar um jeito de ir sempre, todos os dias. Quem sabe, .... ah, sei lá,... ainda não sei o que fazer . Eu ia dizer que pretendo me mudar para perto de onde ele mora. Acho que preciso de um médico. Se foi melhor eu ter ido hoje ver o Alessandro. Sim, desde que eu tivesse ido na hora certa, ou seja, bem cedo. Cheguei lá ao meio dia. Dormi no ponto. A gente tem que ser mais esperto. Atentar mais para o tempo. Madrugar. Da próxima vez, ou seja, em nas eleições de 2006, estarei lá às 8 horas. Que tal ser vizinho do pai dele? Da mãe, do irmão... Conheço todos, sei onde eles moram. Já cometi erros, ao procurá-lo no trabalho. Fui aonde não deveria ter ido. Este lance de ir tem que ter limite, hora certa, lugar certo, roupa certa, perfume certo, sorriso certo. Não convêm ir de qualquer jeito nem com qualquer roupa. Trata-se de um aprendizado. Este texto faz parte do mensário de urano 2004. Resolvi não chegar ao texto 70/70. Não quero. O mundo já está encerrado. O tempo já existe. Devo apenas atentar para o tempo. O meu calendário é meu tempo, olho, ser. O tempo é tudo. Os dinossauros foram construídos a partir de um tempo organizado num fluxograma. Eu sou o tempo. A seguir, carta enviado ao jornal Diário da Manhã, marcando o encerramento da minha participação nesta eleições. As pesquuisas dizem que o Pedro Wilson, meu candidato, vai perder. Fazer o que? Foi melhor ter ido. É sempre bom ter ido.     
                           O DM e o Time 
            Às vezes fico sem querer ir a tal lugar. Porém, quando vou, sempre constato que foi melhor ter ido. Isto ocorreu nestas eleições. A princípio, de tão difícil para Pedro, de tantos obstáculos que estavam coloclando em seu  caminho, pensei em não prosseguir. Pensei em ficar em casa. Ainda não sei o resultado das eleições. No momento em que redijo esta carta, as pessoas ainda estão votando. Porém, mesmo que Pedro perca, já sinto que foi melhor ter ido. Sofri humilhações quando, por exemplo, fui impedido, por iristas, de exercer o meu direito garantido pela Constituição, que é o de ir e vir. Eles não nos deixaram entrar no Mercado Aberto, obra de Pedro, sob alegação de pagavam impostos e que, portanto, eram donos daquilo ali quando, na verdade, é um espaço público. Apesar disso, mesmo que Pedro perca,  sinto que foi melhor ter ido. Saio destas eleições mais consciente de que é sempre melhor ter ido.
           Às vezes temos dois caminhos a escolher. Um dos caminhos é fácil e o outro é difícil. Um é cheio de guloseimas, flores, água pura.  O outro é cheio de espinhos, pedregulhos.  Estes dois caminhos ficaram muito bem representados nestas eleições. O caminho mais fácil foi apoiar Iris. Com muita grana, quem o apoiou teve todas as mordomias possíveis, além de ser dado como certa e com ampla vantagem sua vitória, segundo o IBOPE que, segundo suas pesquisas, Iris sempre esteve 20 pontos à frente de Pedro. Nota-se portanto o quanto seria mais fácil e cômodo apoiar Iris. No entanto, gente de bem, como o jornalista Batista Custódio e o governador resolveram trilhar o caminho difícil, torcer pelo time sem possibilidade de vitória.
          Muita gente resolveu apoiar Pedro mesmo sabendo que, ao tomar tal atitude, estava optando pelo caminho mais difícil. E isto se concretizou quando eu, por exemplo, a Justiça Eleitoral goiana cassou a candidatura de Pedro, situação revertida somente no TSE. Este caminhar foi dificultado, também, quando fomos impedidos de entrar em ruas,  praças, porque impedidos por truculentos seguidores de Iris, como se a leis não nos garantisse o direito de ir e vir, principalmente em praças, ruas, enfim, em espaços público.
            No momento em que redijo esta carta, ainda não sei o resultado desta eleições. Tudo indica, dizem os institutos de pesquisa, que Goiânia é Iris. Caso isto se confirme, ficarei sim, muito triste. Mas junto com a tristeza, ficarei também com a sensação de foi melhor ter ido do que ter ficado em casa. Foi melhor ter ido. É sempre bom ter ido. 
                  Sempre, sempre, é melhor ter ido. Seria bem mais confortável para o DM, para o governador Marconi Perillo, e tantos outros, tivessem optado pelo caminho mais fácil. Teria sido mais fácil, face a certeza, segundo o IBOPE, da avassaladora vitória de Iris. No entanto, estas pessoas de bem resolveram trilhar o caminho mais difícil.Entraçado, este comportamento, de optar pelo caminho mais difícil, de optar por ir, ocorre no mundo todo. Por exemplo, nos EUA, seria favas-contadas apoiar Bush. No entanto, o jornal Time, em nome da ética e contra a truculência, contra a guerra sem sentido, resolveu anão apoiar Bush. O DM adotou o mesmo comportamento de participar de uma  frente em defesa da transparência quando em seu editorial "O Melhor Para Goiânia" (DM 31/10/2004) defende a candidatura Pedro Wilson.
        Estão de parabéns, o Time, o DM, o governador Marconi Perillo e todos aqueles(as) que, ao invés de trilhar o caminho mais fácil, resolveram andar pelos pedregulhos. Buscando a transparência, a ética, a honestidade na administração de Goiânia, esta gente de bem resolveu correr todos os riscos. Estou feliz por ter participado. Apesar das cicatrizes, foi melhor ter ido. A sensação é esta. É sempre melhor ter ido. Por isso, quando quero escrever esta frase no meu túmulo: FOI MELHOR TER IDO


Grato,
José Carlos Lima

Idéia acompanha este calendário
Marte: 07/01 a 20/3.73 dias, 74 em ano bissexto. 70 dias úteis
Júpiter: 21/3 a 01/06.73 dias, 70 dias úteis
Saturno: 02/06 a 13/08.73 dias, 70 dias úteis
Urano: 14/08 a 25/10. 73 dias, 70 dias úteis
Netuno: 26/10 a 06/01.73 dias, 70 dias úteis

Responda-me:
( )Não quero acompanhar Idéia
( )Quero, mas através deste novo e-mail:........
( )Fale:..........
Não consegues reponder-me? Clique em responder, na parte superior da sua caixa de e-mail. Assim, o texto ficará aberto à sua particpação

Yahoo! Messenger 6.0 - jogos, emoticons sonoros e muita diversão. Instale agora!

Nenhum comentário: